17 de setembro de 2014

Ninguém ama outra pessoa por ela ser educada, vestir-se bem ou ouvir Caetano. Isso são referenciais. Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá ou pelo tormento que provoca. Ama-se pelo tom de voz, pela maneira como os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.
(Fotografia da minha autoria)

5 comentários:

Sara Moreira disse...

É mesmo, grande verdade. :)

matilde costa disse...

adorei!!

constança disse...

Não se ama com a cabeça ;)

Morning Dreams disse...

Não poderia estar mais de acordo!

Beijinho, Sofia Pinto

Morning Dreams

Pedro Sampaio disse...

Sem dúvida alguma, beijinhos :)